Recovery e os grupos de ajuda e suporte mútuos em saúde mental: análise de uma experiência.

Recovery and mutual help and support groups in mental health

Contenido principal del artículo

Angela Pereira Figueiredo

Resumen

Para o artigo, é realizado um recorte dos resultados da pesquisa que originou a dissertação “’Nada sobre nós, sem nós’: Empoderamento e recovery em um estudo de um grupo de ajuda e suporte mútuos em saúde mental no município do Rio de Janeiro-RJ”, dando enfoque às experiências de usuários e usuárias de um grupo de ajuda e suporte mútuos em saúde mental, priorizando algumas de suas narrativas, associadas a seus processos de recovery. Considerando a realidade das práticas de saúde mental, seus limites e desafios, visa-se contribuir para os avanços no campo, priorizando as experiências brasileiras de protagonismo de usuários e usuárias de serviços, tal como os grupos de ajuda e suporte mútuos. Foi utilizado o método de pesquisa participante com os sete usuários e as cinco usuárias do grupo básico de facilitadores do programa. Para analisar os processos de recovery no dispositivo grupal em foco, é necessário contextualizá-los a partir da nossa realidade de reforma psiquiátrica. Como resultados, foram abordadas as questões mais gerais sobre o funcionamento do grupo, os temas e as questões da vida cotidiana, as questões relacionadas ao trabalho, a relação com os serviços de saúde mental e com evidências e indicadores de efetividade. A discussão dos desafios e efeitos do trabalho com o grupo para seus processos de protagonismo é importante para que possamos avançar nas políticas e práticas de saúde mental, considerando especificamente a relevância do processo de recovery no contexto brasileiro, dando visibilidade às práticas de protagonismo de usuários e usuárias de serviços.

Palabras clave:

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Detalles del artículo